Largura de Banda e Velocidade da Internet

A ilusão de uma internet mais rápida

Internet Rápida

Já faz parte do nosso vocabulário e é um conceito que não levanta muitas dúvidas. No entanto entendemos a largura de banda como sendo velocidade, aquilo que na prática se trata apenas de capacidade ou rapidez. De facto, rapidez e velocidade não são bem a mesma coisa e, como tal, isto tem as suas implicações práticas. No fundo, é tão lógico como comparar quantidade com qualidade e é disso que vamos falar.


Podendo parecer um detalhe técnico, é bem mais do que isso e, dependendo do tipo de utilizador, a velocidade pode até ser mais importante do que a largura de banda propriamente dita. Referimo-nos à latência da ligação, muitas vezes chamada de ‘Ping’ ou ‘Tempo de Resposta’ (ver caixa de texto abaixo). Ao contrário da largura de banda, quanto menos latência, melhor, ou seja: Quanto menor o “atraso”, melhor. É por isso que em muitos casos, a lentidão da internet não se resolve com o aumento da largura de banda, quase sempre chamado de “aumento da velocidade”.


Auto-estrada da informação

A largura de banda pode ser comparada a uma estrada. Quanto mais larga, mais dados podem circular em simultâneo, daí que um download fique completo mais rapidamente. Se utiliza vários serviços em simultâneo eles partilham a largura disponível. Caso contrário, tem a “estrada” toda livre, mas não irá mais depressa por isso.

O termo ‘auto-estrada da informação’ ajuda a clarificar um pouco mais esta questão: quanto mais larga a banda (estrada), maior a sua capacidade para transportar dados (carros). Se todos os carros circulassem à mesma velocidade, esta metáfora seria perfeita. Ainda assim é uma excelente comparação e a maior/menor rapidez com que os dados chegam ao destino depende essencialmente da distância percorrida e dos obstáculos encontrados pelo caminho – estes obstáculos são basicamente todos os equipamentos pelos quais a informação é processada e/ou encaminhada, incluindo o seu router e o seu computador.




Em suma, a largura de banda e a latência nem sempre são fundamentais. Só depende do uso que queremos dar ao serviço. Contratar um acesso acima dos 50Mbps num serviço residencial é bom para utilizadores com vários equipamentos a utilizar serviços de vídeo, por exemplo, mas é desnecessário para um utilizador que apenas tencione navegar na internet (facebook, youtube,email, etc).


cmd shell ping

Ping é um utilitário utilizado para testar a conectividade entre equipamentos. Como também permite obter a latência dessa ligação, e por ser utilizado por muitos para esse fim, é comum ouvir-se dizer: «o ping da ligação é…» em vez de: «a latência da ligação é…»

Depois também há que considerar a latência, pois caso pretenda o serviço para utilizar programas como o Skype ou para jogar online, fazê-lo através de acessos por rede móvel 3G ou 4G é possível, mas a evitar se houver alternativa. Acessos via-satélite são nalguns locais a única alternativa para conseguir mais largura de banda, mas jogar online ou falar no Skype, não sendo impossível, garantidamente não será uma experiência agradável.

Os analistas de pacotes-tvnetvoz

27-04-2015 1160 vizualizações
Powered by in4Chance