Meo, Nos e Vodafone – Negócios de milhões

Mas afinal a quem pertencem? Para onde vai o nosso dinheiro?

Meo, Nos e Vodafone – Negócios de milhões

Estão em Portugal há vários anos, são marcas reconhecidas e já fazem parte do nosso quotidiano. Quer em casa quer no trabalho, os serviços de telecomunicações tornaram-se imprescindíveis. Mas afinal quem são os fornecedores a quem confiamos a satisfação desta nossa necessidade? Resolvemos investigar.

As marcas e serviços, tal como tem vindo a acontecer no nosso país, mudam de imagem, de nome e até de dono. Ao mudar de dono, também podem “mudar de nacionalidade”, causando situações algo confusas. Neste momento temos, por exemplo, uma empresa chamada PT Portugal SA, a qual pertence totalmente a uma empresa brasileira, e está em processo de aquisição por um grupo francês.

MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. - Principais accionistas

Realmente há bastantes casos de produtos que julgamos nacionais, e que até podem ostentar a marca “compro o que é nosso”, mas que na realidade já pertencem totalmente a capital estrangeiro. E a respeito dos operadores tv net voz, será diferente?

Podemos dizer que a Meo, pertence aos franceses, a Nos a um consórcio luso-angolano e a Vodafone aos grandes fundos de investimento mundiais. Ou seja: todas são empresas portuguesas, mas apenas no sentido em que estão cá registadas. Portuguesas, mas pouco, portanto. De qualquer forma, achámos interessante ir um pouco mais além até encontrar as pessoas que são, enfim, os verdadeiros donos.

Altice - Patrick Drahi, empreendedor que construiu a sua fortuna em torno do negócio das comunicações por cabo. – Detém 59,7% do capital desta empresa. A Altice detém várias operadoras de telecomunicações em vários países. Em vários casos adquiriu essas empresas quando se encontravam em dificuldades financeiras, tendo tido a capacidade de as reestruturar e recuperar a sua viabilidade.

NOS SGPS, S.A. - Principais accionistas

Sonaecom SGPS, UNITEL International Holdings e Kento Holding Limited constituem a ZOPT SGPS SA, a qual controla a NOS com 50,01% do seu capital

UNITEL International Holdings, B.V. e Kento Holding Limited – Isabel dos Santos, detém a totalidade do capital destas duas empresas. Empresária angolana com interesses em vários sectores, com particular destaque para as telecomunicações. É filha do presidente angolano, o que lhe garante algum descrédito em relação à sua fortuna. É tida como a mulher mais rica e poderosa de África, sendo frequentemente apontada como 'a mulher mais poderosa de Portugal'.

Sonae SGPS SA – Belmiro Mendes de Azevedo, conhecido empresário português detém 52,7% do capital desta empresa. É a personalidade que geralmente associamos ao Grupo Sonae, e às marcas Modelo, Continente e Optimus. Está entre os três homens mais ricos de Portugal, segundo a revista Forbes.

Vodafone Portugal SA - Principais accionistas

Vodafone Group Plc – Para a Vodafone, não temos um rosto. Está cotada em bolsa e pode-se dizer que é de todos. Entre os 10 maiores accionistas encontram-se os grandes fundos de investimento mundiais, sendo os seus principais subscritores, desde outros fundos de investimento, bancos e seguradoras, até pequenas empresas e particulares que ali aplicam as suas reservas. Parte do capital do Vodafone Group Plc é detido directamente por particulares, sem recurso a fundos de investimento.

Os analistas de pacotes-tvnetvoz

    Principais fontes consultadas:

  • http://www.ptsgps.pt/Paginas/default1.html
  • http://www.vodafone.com/content/index/investors
  • https://www.nos.pt/institucional/PT/Paginas/default.aspx
  • http://www.4-traders.com/
  • http://www.cmvm.pt/
  • http://www.forbes.com/
  • http://www.sonae.com/home/
05-05-2015 2085 vizualizações
Powered by in4Chance